Chame orienta mulheres sobre sintomas e tratamento da endometriose

A Procuradoria Especial da Mulher, por meio do Chame (Centro Humanitário de Apoio à Mulher), ministrou na manhã desta quarta-feira (13) uma palestra sobre endometriose para as pessoas que buscam os serviços ofertados pela Defensoria Pública do Estado (DPE).

Na ocasião foram divulgados os sintomas da doença e a Lei nº 1.111/16, de autoria da deputada Lenir Rodrigues (PPS), que institui a Semana Estadual de Educação Preventiva e de Enfrentamento à Endometriose. O evento faz parte do calendário oficial do Estado no dia 13 de março, data em que foi realizada a 1ª Endo Marcha no Brasil.

A programação segue ao longo do mês. As próximas palestras serão ministradas nos municípios de Alto Alegre (dia 15) e Cantá (dia 22), a 95 e 38 quilômetros de Boa Vista. Também serão realizadas panfletagens no centro da cidade para orientar mulheres sobre os sintomas, para que elas busquem acompanhamento médico.

“Essa é uma semana para levar a informação à sociedade roraimense, e esse [Defensoria Pública] é um espaço propício porque atende a população de menor poder aquisitivo. É uma oportunidade de mostrar que a lei estadual veio para instituir dentro da saúde um atendimento especializado”, explicou Socorro Santos, membro da Procuradoria Especial da Mulher.

A dona de casa Yla Maria Vieira Oliveira, de 40 anos, diz que nunca teve problemas com dores menstruais, mas avalia o tema da palestra como de utilidade pública. “Não conhecia a lei, mas achei muito importante a palestra porque ajuda as mulheres a saberem sobre a endometriose e a buscarem ajuda junto a um profissional de saúde.”

O assessor especial da DPE, Celson Figueiredo, disse que a parceria com a Assembleia Legislativa tem um efeito preventivo na vida das pessoas que buscam atendimento na instituição. “A Defensoria acha importante essas palestras porque, enquanto os assistidos aguardam atendimento, tiram proveito dessas informações. Muitos não sabem que existe essa doença, tampouco que existe uma semana voltada para a conscientização.”

Sintomas da endometriose

O enfermeiro Felipe Ramos falou sobre os sintomas provocados pela doença, causada pela migração de parte do revestimento do útero (endométrio) para fora dele. Com isso, são gerados cistos, cicatrizes ou aderências. Embora nem todas as mulheres com endometriose apresentem sintomas, a doença pode provocar dor intensa

“Durante o período menstrual há um incômodo, mas todo incômodo em excesso é um indicativo de que algo não está normal”, afirmou, ao ressaltar que dores nas pernas, nas costas, durante ou após a relação sexual também são indicativos de endometriose.

Ele recomenda que as mulheres com esses indícios procurem o mais rápido possível um clínico geral e comunique o que está sentindo, para que esse profissional de saúde a encaminhe para um especialista e o tratamento seja iniciado.

Fonte: SupCom ALE-RR

Deixe um comentário