Idosos do Coral do Abrindo Caminhos em Alto Alegre participam de Baile Retrô

Ao som de clássicas como ‘Biquíni de Bolinha Amarelinha’, ‘Banho de Lua’, e ‘Cupido’, sucessos das pistas de dança na década de 1960, os idosos do Coral do programa Abrindo Caminhos em Alto Alegre participaram na noite dessa quinta-feira (3), do I Baile Retrô Anos 60, ocorrido no Núcleo da Assembleia Legislativa naquele município.

Juntamente com as amigas, a dona de casa Luísa Tavares de Oliveira, 63 anos, vestida de branco com bolinhas pretas, dançava empolgada com a festa, com direito a uma discoteca e apresentação de coreografias. “Ensaiamos e foram ensaios ótimos”, contou.

Ela participa do Coral desde o início do projeto em abril de 2017. Para ela, além de soltar a voz, a modalidade contribui para socialização entre os idosos. “Nos ajudou a fazer novas amizades”, disse ela, sorridente. E na pista, Luísa não economizou energia e soltou toda a vontade de dançar.

O mesmo fez a servidora pública Francisca Gomes, de 54 anos. Vestida em uma saia rodada de bolinhas verdes, confeccionada especialmente para a ocasião, ela contou que gosta de participar de atividades como essa. “A gente se sente mais alegre, nos encontramos com os amigos e é muito bom”, falou.

Francisca lembra com muito carinho da época da juventude, em que canções como essas marcaram a vida de muitas pessoas. “Uma lembrança muito boa pra gente. Todos comentaram que essas músicas eram ouvidas muito na juventude”, citou.

E para alegrar ainda mais o evento, houve apresentação das crianças do Coral Kids. Segundo o coordenador do Núcleo da Assembleia Legislativa em Alto Alegre, Francisco Kléber Alves, esse baile retrô foi uma forma de agradecer aos idosos pela participação e compromisso diário com a instituição. “São aproximadamente 45 idosos que estão no dia a dia com a gente aqui, que fazem o Coral, se apresentam junto com o Abrindo Caminhos”.

Ele destacou ainda o avanço do Poder Legislativo em Alto Alegre. O município foi o primeiro a receber um Núcleo no interior do estado e, com ele, a oferta de cursos de Inglês e Espanhol, além de Informática pela Escola do Legislativo e atividades como Balé, Ginástica Rítmica, Jiu-Jitsu, Coral, Música, Zumba e Futebol pelo programa Abrindo Caminhos. “Nós começamos, há um ano, com aproximadamente 1,8 mil alunos. Hoje nós temos, incluindo os Núcleos nas Comunidades Indígenas do Raimundão e Sucuba, quase três mil pessoas participando”, resumiu o coordenador.

Fonte: SupCom ALERR

Deixe um comentário