Profissionais de Roraima podem concorrer ao Prêmio Conif de Jornalismo

    Profissionais de Roraima que atuam em jornal impresso, televisão, rádio e internet já podem se inscrever na primeira edição do Prêmio Conif de Jornalismo, do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

    As inscrições iniciaram-se nesta quarta-feira, dia 2 de maio, e vão até 31 de dezembro de 2018. O vencedor de cada categoria receberá o valor de R$ 8 mil, totalizando R$ 32 mil em premiações. O regulamento está disponível em http://portal.conif.org.br/images/regulamento_pr%C3%AAmio_de_jornalismo.pdf .

    Em dezembro de 2018, os institutos federais comemoram 10 anos de criação e, como forma de incentivar a produção e a veiculação de matérias sobre o papel inovador desempenhado pelas instituições que compõem a rede, o Conif lançou a primeira edição do Prêmio Conif de Jornalismo.

    O lançamento integra parte da agenda comemorativa da primeira década dos IFs. Em Roraima, a reitora do IFRR, Sandra Mara Dias, designou uma comissão de servidores da Reitoria e dos cinco campipara organizar e articular a programação alusiva aos 10 anos, que será lançada oficialmente dia 4 de junho, pela manhã, na Reitoria.

    O IFRR conta com cinco campi. Dois estão na Capital, o Boa Vista e o Boa Vista Zona Oeste. Três estão no interior, estrategicamente localizados:CampusAmajari, no norte, próximo de Pacaraima, fronteira com a Venezuela; Campus Novo Paraíso, que atende ao sul e à saída para Manaus; e Bonfim, na parte leste, fronteira com a Guiana.

    Os institutos federais foram criados pela Lei 11.892, de 29 dezembro de 2008, quando o Ministério da Educação instituiu a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Além de oferecer educação profissional gratuita em diversas modalidades e níveis de ensino, as instituições promovem a pesquisa aplicada e a inovação tecnológica.

    ABORDAGENS – Conforme o regulamento, as reportagens deverão contribuir para qualificar o conhecimento público sobre o papel estratégico dos institutos federais, da Rede Federal e da educação profissional. As abordagens poderão incluir temas como os 10 anos dos institutos federais; o papel inclusivo, social e educacional dos institutos federais e da Rede Federal; os indicadores de qualidade da educação profissional, científica e tecnológica no Brasil; as ações, os projetos inspiradores e as experiências exitosas em educação profissional e tecnológica desenvolvidos no Brasil e/ou em cooperação internacional; a pesquisa aplicada, a inovação tecnológica e a extensão tecnológica; e a transferência de tecnologias à comunidade.

    Fonte: CCS/IFRR

    Deixe um comentário